MENSAGEM GOSPEL - NÉVOA FECHA PORTOS E MAIS DE 100 MIL PESSOAS FICAM PRESAS EM CONGESTIONAMENTO

Notícias Gospel

NÉVOA FECHA PORTOS E MAIS DE 100 MIL PESSOAS FICAM PRESAS EM CONGESTIONAMENTO

Publicado em 26 de Fevereiro de 2018 | Fonte: VERDADE GOSPEL


Névoa fecha portos e mais de 100 mil pessoas ficam presas em congestionamento

FacebookTwitterCompartilhar

Durante um feriado local na China, 11 mil veículos que ficaram literalmente "ilhados" em Hainan, na região sul da China

Durante um feriado local na China, 11 mil veículos que ficaram literalmente “ilhados” em Hainan, na região sul da China

Uma densa névoa foi a responsável pelo congestionamento ‘surreal’ no trânsito de Haikou, na China, em que mais de 11 mil carros ficaram presos na noite da última quarta-feira (21). De acordo com o portal Metro, o fenômeno suspendeu os serviços de balsa no Estreito de Qiongzhou, que liga Haikou, capital da ilha de Hainan, ao continente, e deixou mais de 100 mil pessoas presas nos portos durante o Festival de Primavera, feriado local.

Com o principal serviço de transporte da ilha suspenso, milhares de carros, ônibus e outros automóveis precisaram esperar até o dia seguinte para usar a balsa. Na quinta-feira (22), tudo foi normalizado, embora o serviço ainda estivesse apresentando alguns atrasos devido ao  trânsito  nos três portos da cidade.

“Estamos trabalhando com a cidade de Zhanjiang [onde as balsas desembarcam no continente] para garantir que as rotas operem normalmente”, disse Gu Gan, vice-prefeito executivo de Haikou. Uma das pessoas presas no congestionamento foi Fu Yingying. “Essa foi a primeira vez que minha família viajou durante o feriado. E essa também foi uma experiência inesperada”, contou ao portal.

Na quinta-feira, ela ainda estava aguardando para cruzar o Estreito, em uma fila que, ao deixar milhares de pessoas literalmente ilhadas, fez com que o governo de Haikou decretasse um dia “oficial” de folga aos trabalhadores do arquipélago, tudo com o objetivo de não piorar o congestionamento.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Último Segundo 

 

Tags:  •  •