MENSAGEM GOSPEL - O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O ESTROGÊNIO?

Espaço Saúde

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O ESTROGÊNIO?

Publicado em 13 de Dezembro de 2017 | Fonte: DICAS DE SAUDE


O que você precisa saber sobre o estrogênio?

O que você precisa saber sobre o estrogênio?

 

O estrogênio é um hormônio feminino produzido a partir da adolescência — período que aparecem os primeiros sinais sexuais secundários na mulher. Sua produção se estende até a menopausa. Ele age sobre as células, anatomia e também sobre o comportamento.

O estrogênio é produzido pelo folículo ovariano em maturação. Esse hormônio é fabricado pelos ovários e liberado na primeira fase do ciclo menstrual. Além de ser responsável pela textura da pele feminina, o hormônio está relacionado ao equilíbrio entre as gorduras no sangue.

No período da gestação, a quantidade de estrógeno aumenta. Isso ocorre para estimular o crescimento do miométrio uterino de forma contínua, preparando-o para o parto. Também estimula o crescimento das glândulas mamárias; causa relaxamento dos ligamentos pélvicos, sínfise púbica e ossos pélvicos (para melhor acomodar o útero em expansão); além de estimular a produção de progesterona.

Durante a fase de crescimento, a quantidade de estrógeno produzida no organismo influencia o desenvolvimento dos ossos e a textura da pele, afetando a aparência da mulher. Nas mulheres com maior índice de estrógenos, os rostos tendem a ter traços femininos “clássicos” — como olhos e lábios grandes e narizes e maxilares menores. Por isso, as mulheres com alto nível do hormônio estrogênio normalmente são consideradas mais bonitas.

O que você precisa saber sobre o estrogênio?

Funções do Estrogênio

O estrogênio induz as células de muitos locais do organismo a se proliferarem. A musculatura lisa do útero, por exemplo, pode aumentar a ponto de o órgão triplicar de tamanho.

O estrogênio também provoca o aumento da vagina e o desenvolvimento dos lábios que a circundam e faz o púbis se cobrir de pelos.

O estrogênio ajuda os quadris a se alargarem e o estreito pélvico a assumir a forma ovóide; ao invés de afunilada como no homem.

Esse hormônio provoca o desenvolvimento das mamas e a proliferação de seus elementos glandulares, além de levar o tecido adiposo a concentrar-se em áreas como quadris e coxas, dando-lhes a sua forma arredondada típica.

Em geral, pode-se dizer que as características que distinguem a mulher do homem são devidas ao estrogênio.